ANEDOTAS COM PORTUGUESES E BRASILEIROS!
 

Um casal de primos caminhava pelo pasto de uma fazenda, no interior de Minas! Um cavalo e uma égua estavam copulando, quando a prima perguntou:
- Primo, o que é aquilo?
- Eles estão se acasalando, Sô! A égua ta no cio, o cavalo percebeu isso e tá mandando brasa!
- Mas como é que o cavalo sabe que a égua tá no cio, primo?
- Aaaaara... é que o cavalo sente o cheiro da égua no cio, Sô!
Mais adiante, os dois viram um bode e uma  cabra, um boi e uma vaca e a prima fez as mesmas perguntas e recebeu as mesmas respostas.
- Ô primo, se eu preguntá mais uma coisa procê, ocê jura que num vai ficá chatiado?
- Craro que não, prima. Ocê pregunta que eu respondo.
- OCÊ TÁ COM O NARIZ INTUPIDO?

(Enviada por Cesária Correia)

O português estava voltando da viagem que fizera ao Brasil. Chegando no aeroporto, seu amigo Manoel o esperava.
- E aí Joaquim, como foi de viagem?
- Muito bom...
- E o que tu mais gostou no Brasil??
- Ah... das praias, e da mulherada! É uma maravilha!!!!
- E do que tu não gostou???
- Xiii... das escadas rolantes... Tu acreditas que um dia eu estava subindo e acabou a energia elétrica... Eu fiquei lá parado, em pé, por mais de 2 horas!!!
- Êh Joaquim, mas tu é burro, hein!!!! Por que tu não sentou???

(Enviada por Cesária Correia)

Conversa de dois amigos!
Dois amigos, fumadores inveterados, encontram-se e diz um para o outro:
- "Opá... Acho que o tabaco me está a fazer muito mal!"
- "Mmas... o que é que sentes? É bronquite? Já fostes ao médico?"
- "Olha... estou mesmo muito preocupado com isto! Repara tu, que no fim de cada mês quando vou mudar de cuecas, noto uma carrada de "nicotina" na parte de trás! Achas que é grave?"

(Contada no Programa "Levanta-te e ri" da SIC)

Portuga inteligente!
Um português encontra um pinguim na rua e, penalizado, leva-o para casa, lhe dá comida e depois telefona para um amigo:
- Encontrei um pinguim na rua e agora não sei o que fazer com ele!
- Por que você não o leva ao zoológico? - sugere o amigo.
- Boa idéia!
No dia seguinte, o amigo encontra o português na rua passeando de mãos dadas com o pinguim.
- E aí, Manoel? Você não disse que iria levar o pinguim ao zoológico, ontem?
- Ora pois, eu levei! Ele gostou tanto que hoje vou levá-lo ao  Playcenter!

A verdadeira nacionalidade de Adao e Eva!
Um Alemão, um Francês, um Inglês e um Português comentam um quadro de Adão e Eva no Paraíso!
O alemão diz:
- Olhem que perfeição de corpos! Ela esbelta e espigada, ele com este corpo atlético, os músculos perfilados... Devem ser alemães!
Imediatamente, o francês responde:
- Não acredito. Reparem no erotismo das duas figuras...ela tão feminina... e ele tão masculino... sabem que em breve chegará a tentação! De certeza que são franceses!
Movendo negativamente a cabeça, o inglês comenta:
- Nada disso! Notem... a serenidade dos seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade do gesto... Só podem ser Ingleses!
Depois de alguns segundos mais de contemplação, o português exclama:
- Não concordo convosco! Olhem bem: não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa... só têm uma triste maçã para comer... não protestam e ainda pensam que estão no Paraíso! So podem ser portugueses!
(Colaboração de Cesaria Correia)

Um cara envia um currículo para uma empresa. Pedia R$ 15 mil reais de salário, mais um carro, um apartamento e 10 salários!
Uma semana depois foi chamado pela empresa. O entrevistador lhe disse:
- Estudamos seu currículo e vamos lhe dar R$ 30 mil reais de salário, um apartamento de 4 dormitórios, um carro 0km e, não 10, mas 18 salários extras durante o ano.
Abismado, o candidato falou:
- Você está brincando!!!!???
- Sim, estou. Mas foi você quem começou...!!!
(Colaboração de Rosa Fernandes)

(Colaboração de Rosa Fernandes)

 

Manchetes Portuguesas! (Retiradas de jornais da "Stª.Terrinha") 
"Parece que ela foi morta pelo seu assassino."
"Ferido no joelho, ele perdeu a cabeça."
"Os antigos prisioneiros terão a alegria de se reencontrar para lembrar os anos de sofrimento."
"A polícia e a justiça serão as duas mãos de um mesmo braço."
"O acidente fez um total de um morto e três desaparecidos. Teme-se que não haja vítimas."
"O acidente foi no tristemente célebre Retângulo das Bermudas."
"Este ano, as festas do 4 de Setembro coincidem exactamente com a data de 4 de Setembro, que é a data exac
ta, pois o 4 de Setembro é um domingo."
"Quatro hectares de trigo foram queimados. A princípio, trata-se de um incêndio."
"O velho reformado, antes de apertar o pescoço da sua mulher até a morte, suicidou-se."
"No corredor do hospital psiquiátrico, os doentes corriam como loucos."
"Ela contraiu a doença na época em que ainda estava viva."
"A conferência sobre a prisão de ventre foi seguida de um farto almoço."
"O acidente provocou uma forte comoção em toda a região, onde o veículo era bem conhecido."
"O aumento do desemprego foi de 0% em Novembro."
"O cabrito montês ficou morto na estrada durante alguns instantes."
"Na chegada da polícia, o cadáver encontrava-se rigorosamente imóvel."
"As circunstâncias da morte do chefe de iluminação permanecem rigorosamente obscuras."
"O presidente de honra é um septuagenário de 81 anos."
"É uma bela obra, de onde parecia exalar toda a fria tristeza da estepe gelada. Foi executada com um calor magistral."
"Depois de algum tempo, a água corrente foi instalada no cemitério, para satisfação dos habitantes."
"Esta nova terapia traz esperanças a todos aqueles que morrem de cancro (= câncer) a cada ano."
"Apesar de a meteorologia estar em greve, o tempo esfriou ontem intensamente."
"Os sete artistas compõem um trio de talento."
"A polícia encontrou no esgoto um tronco que provém, seguramente, de um corpo cortado em pedaços. E tudo indica que este tronco faça parte das pernas encontradas na semana passada."
"A vítima foi estrangulada a golpes de facão."
"Um surdo-mudo foi morto por um mal-entendido."
"Há muitos redactores que, para quem veio do nada, são muito fiéis às suas origens."
"Os nossos leitores nos desculparão por este erro indesculpável."   

(Enviado por Serenah)

Joãozinho vai a farmácia e pede...
- Seu Joaquim, me dê uma caixa de supositórios.
Distraído, o menino pega a caixa e vai saindo da farmácia sem entregar o dinheiro.
- É para pôr na conta de sua mãe? - pergunta o farmacêutico.
- Não, é para pôr no cú de meu pai!